Início » Dicas de Relacionamento » Como ser uma pessoa mais autoconfiante

Como ser uma pessoa mais autoconfiante

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Já reparou que tem gente com a autoestima tão boa que nada parece abalar a vida dela? Meu diploma não é de psicóloga, mas leio bastante por aí que autoconfiança é construída desde cedo, na infância.

O problema é que, com o tempo, a maioria das pessoas perde essa, digamos, sensação de valor próprio que tinha quando era criança. Um processo provocado por uma série de fatores, e que faz parte do amadurecimento.

E tem ainda aqueles que, por alguma razão familiar, não tiveram a tal da base, os alicerces para formar uma boa imagem de si próprio.

Seja qual for o caso, confira as dicas para acreditar mais em você mesmo e melhorar suas relações pessoais e profissionais:

• Concentre-se nas suas vitórias – antes de dormir e ao levantar, lembre-se dos obstáculos que surgiram no seu caminho e como foi bem-sucedido (a) ao ultrapassá-los.

• Outra dica é anotar cinco coisas das quais você tem orgulho de ter conquistado, e deixar o recado em lugar de fácil acesso para dar uma olhada nele sempre que preciso.

• Reflita sobre o seu comportamento – isso ajuda a se motivar e traçar estratégias com objetivo de aumentar sua autoconfiança.

Responda por exemplo: você conhece seus pontos positivos? Sabe o que colocaria no seu currículo? De que maneira encara seus medos? O que deixa você mais corajoso? Já mudou seus planos para ajudar alguém – e qual foi a última vez que fez isso?

• Faça o melhor que puder – se as coisas não acontecerem como você planejou, não negue os fatos, encare-os de forma positiva. Isso deixa as pessoas mais fortes.

• Não tenha medo de expor suas opiniões, seja verdadeiro – é assim que conquistamos o respeito de quem realmente interessa.

• Faça o que tem que ser feito – todos nós temos medo de falhar diante de situações novas. E ser bem-sucedido em uma tarefa não faz sumir o receio de desempenhar outro papel, como dar uma palestra ou chamar alguém para um encontro.

A diferença (e o exercício) está em enfrentar, lidar com momentos atípicos e, como consequência, estimular a autoconfiança.

• Prossiga na sua conquista de vitórias – comparar seu desempenho ao de outras pessoas é uma perda de tempo e de energia. Lembre-se: quando o assunto é você, suas realizações são mais importantes do que as de qualquer amigo, parente ou colega.

• Acredite que pode alcançar novos objetivos – não deixe de sonhar com novas perspectivas e de adicioná-las à sua lista de vitórias.

• Procure apoio de pessoas que torcem e se preocupam verdadeiramente com você, com o seu avanço. Porém, não esqueça que depende somente de você adquirir mais confiança no que é e no que faz.

• Se for o caso, melhore sua condição física – nosso corpo é como um templo, é nele onde tudo acontece. Precisamos estar saudáveis e bem-dispostos para aproveitar a vida e dar o máximo de nossa capacidade emocional e intelectual, também.

Geralmente, quando a pessoa não pode desfrutar como gostaria de seu corpo e mente, a autoconfiança é afetada.

• Saia da sua zona de conforto – experimente coisas novas, algo que pareça difícil ou fora do comum para você. Só de tentar conseguir, sua autoconfiança já estará no lucro.

Fugir de situações difíceis e temidas e, ainda, se isolar, restringe a vida de tal forma que pode fazer a pessoa sentir desconforto em coisas que antes eram fáceis de fazer. Não entre em uma espiral negativa!

É claro, ninguém aqui está dizendo para você entrar na jaula de um leão – a menos que seja profissional de circo ou algo assim, que esteja tecnicamente preparado para isso.

Mas, do meu jeito, à sua maneira, da forma como cada um de nós pode, sempre existe um caminho para diminuir aquela sensação de estagnação, de encontrar desafios.

• Acalme-se – para melhorar a autoconfiança, é necessário quebrar um círculo vicioso que envolve: consciência da nossa baixa autoestima, reação do corpo (forte ansiedade) e os cenários antecipatórios negativos ou catastróficos na mente. A excitação, a tensão e a ansiedade aumentam, e tiram a clareza do pensamento.

Pergunta para refletir: quem, em um estado como este, pode ser uma pessoa mais autoconfiante? Sem calma, fica difícil, vamos combinar…

Aproveite as dicas de hoje para se tornar alguém mais confiante, especialmente em momentos que parecem fugir do controle.

Resgate a autoconfiança adormecida em você ou, quem sabe, comece do “zero”, aprendendo um novo jeito de encarar (e valorizar) sua jornada, conquistas, resultados e experiências. Ou seja, você!

Sucesso, e até mais!


Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Fazer comentário

Clique aqui para postar um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

História de amor

Acompanhe nossas dicas!